sexta-feira, 9 de março de 2012

Projeto “Uma Aventura no Mundo da Família”


O Projeto “Uma Aventura no Mundo da Família”, decorreu entre julho de 2007 e agosto de 2009 no âmbito do Programa de Intervenção Focalizada financiado pelo IDT pertencendo à categoria de Famílias Vulneráveis. O desenho do projeto assentou num diagnóstico local efetuado por entidades do território abrangido (concelhos de Gouveia, Seia e Celorico da Beira) que demonstrou a necessidade de promover competências parentais em diferentes grupos da população. Abrangeu 143 pais com filhos com idades compreendidas entre os 2 e os 8 anos aos quais foram aplicados 2 programas de Educação Parental estruturados e assentes em evidência científica:
Programa Anos Incríveis - Programa de Educação Parental altamente estruturado baseado nos princípios da aprendizagem social e na abordagem cognitiva. Este programa é da autoria de Carolyn Webster-Stratton PHD, sob a supervisão científica da Prof. Doutora Maria Filomena Gaspar da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação de Coimbra. Tem como objetivo a alteração de comportamentos parentais e práticas educativas ineficazes. Visa promover aptidões parentais como o brincar, o envolvimento dos pais na aprendizagem da criança, a utilização de incentivos e treinos e a aplicação de estratégias disciplinares eficazes na gestão do comportamento da criança. A aplicação deste programa contempla o uso de vídeos (traduzidos após o processo de validação) e a realização de pequenas dramatizações. São também fornecidos aos pais textos relacionados com as temáticas abordadas em contexto grupal.
Programa Mais Família - Mais Criança - Programa de Educação Parental da autoria da Prof. Doutora Maria Filomena Gaspar baseado na intervenção humanista que visa a abordagem nas crenças e representações parentais . As temáticas abordadas ao longo do programa passam pelos “6 princípios da parentalidade positiva”, “fatores de risco e fatores protetores de problemas”, “mensagens EU”, “escuta ativa” e “sistema de pontos”. Os vídeos foram substituídos por um jogo de cartas denominado “palavra puxa conversa”, cujo objetivo é tornar os pais construtores do seu próprio conhecimento, discutindo crenças e gerando alternativas.

Sem comentários:

Enviar um comentário